Certamente autistas adultos não diagnosticados colecionam diagnósticos equivocados que se tornam claros quando chega o diagnóstico de TEA.
.
Shutdowns (desligamento e a regressão temporários) podem ocorrer durante o estresse contínuo. Quando o sistema nervoso está totalmente exaurido por exigências sensoriais e sociais esmagadoras, o indivíduo pode se recolher, desligar e isolar-se durante dias ou semanas, às vezes incapaz de sair da cama, realizar cuidados pessoais diários ou interagir com outras pessoas. Algumas pessoas perdem a capacidade de falar ou cuidar de si mesmas – uma completa falta de vontade.
.
As situações mais estressantes parecem ser eventos com forte estimulação sensorial (sobrecarga sensorial) e qualquer evento social que exija que eles interajam e se relacionem com os outros (sobrecarga social). Muitos relatam que experimentam confusão cerebral e fadiga extrema.
.
Muitas pessoas experimentam essa sobrecarga continuamente, principalmente no trabalho e na escola, deixando-as cansadas e incapazes de funcionar pelo resto do dia e todo fim de semana, muitas vezes faltam à escola ou tiram uma folga do trabalho porque estão incapacitadas. Muitos adultos autistas relatam que precisam de tempo sozinhos por longos períodos, para tirar uma soneca ou se envolver em uma atividade relaxante, a fim de se recuperarem. Os shutdowns ou desligamentos ocorrerão em qualquer idade quando as demandas diárias ou as situações se tornarem muito estressantes e drenarem completamente o processamento do cérebro.